Só mais um site WordPress.com

Parábola dos Patos

” Era uma vez, um grupo, bando de patos, em um lago. E isso era para representar, como era a igreja lá no inicil, a igreja no inicil era uma só, tinha toda aquela comunhão. E lá estão todos os patos, naquele lago, eles estavam todos unidos, em comunhão, bons relacionamentos, brincavam entre si, se amavam.Mas ao longo dos anos, o que aconteceu foi que, em  um desses períodos,  os patos dormiram, alguém muito maldoso “o diabo”,apareceu no meio deles enquanto estavam dormindo, começou a colocar cercas, de divisão, ao redor deles, e então esse inimigo, começou a separar os patos por seu jeito de ser!

Então tinha um pato que quando ele mergulhava, colocava só a “cabeçinha”: dai coloco Pato Presbiteriano

E tinha outro q quando mergulhava, entrava inteira: Pato Batista

Dai então, ele foi separando esses patos. Tinha um pato que tinha umas penas bonitas, parecendo um paramento: então Pato Católico!

E tinha outro que tinha as penas compridas na parte de traz: Pato da Assembléia de Deus,

E foi separando os patos cada um dentro da sua cerca , cada um separado do outro…e tinha uns patos que o tempo todo, gostavam de cantar, aplaudir, dançar: os Patos das Comunidades!

E depois dessa separação, os patinhos queriam se aproximar um dos outros, e não dava, batiam o bico na cerca! Via do outro lado o pato, mas não podiam andar juntos, estavam separados cada um com um cartaz em cima de si, com nomes, separados naquele lago, e já não andavam mais juntos! Um dia alguns patinhos começaram a sentir saudades uns dos outros, e olhavam um para o outro, (antes estávamos juntos, podiam se amar, brincar, e agora não podiam por causa da cerca) e começavam….qüahh…eu quero estar junto…qüahh….e assim os patinhos viram a eles sentiam falta daquele comunhão que tinham antes. Então todos…começavam…a “qüaqüarejar”.rs..como se isso não mais adianta-se…mas que tal pedir ao criador, e cada um começou a pedir do seu jeito, levantavam-se e olhavam para o criador…eh qüahh, “nós queremos estar junto”, e o outro lá do outro lado também. E começou a chover, mas eles não entendiam o que era aquilo.” Foi Deus quem disse: Nos últimos dias, eu derramarei o meu espírito sobre vós!” E a chuva do espírito santo começou a cair sobre eles, e eles começaram a se alegrar, dançar, mas eles achavam que a chuva era só para isso. Como nós, quando recebemos o espírito santo,achamos que é para ter um culto de “descontração”, mas brincadeiras entre nós, mas não era apenas isso, os patos não estavam entendendo o que Deus estava fazendo, quanto mais chovia, o nível do lago subia, e eles continuavam a não ver isso..e continuavam qüahh, qüahh,. para Deus e Deus mandado a chuva…E aquelas cercas de separação, começavam a sumir,  e todo aquele lago, fica cheio das águas do espírito! E a comunhão dos patos pode voltar novamente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.